segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Reflexões sobre o Livro: Eram os deuses astronautas?


Eram os deuses astronautas?
Uma comunidade abordou o assunto do livro mas não aceitou minhas colocações sobre o pretexto de serem reflexos de minhas crenças. Ledo engano esse, e refletiu apenas ignorância por parte da pessoa, além de uma atitude discriminatória e uma visão tendenciosa.

Quem leu o livro Eram os deuses astronautas? sabe muito bem que o escritor Erich, faz suas interpretações próprias da Bíblia apenas para apoiar suas convicções. Mas ele também chega a ir além questionando o caráter de Deus. Ora, o que é isso se não uma invasão ao campo da teologia? Como pode alguém querer impedir que um teólogo se pronuncie contra tais interpretações?

Vamos agora ver quem quer que seja querer nos ensinar como devemos entender a Bíblia e ficarmos quietos mesmo sabendo que está errado? Se for assim, de igual forma ninguém deve questionar Israel e Siberman que levantaram suas pás contra a fé no Antigo Testamento simplesmente porque não somos arqueólogos.


Algumas observações sobre o que li

“Entretanto, esse trabalho de montagem no espaço será desnecessário em menos de duas décadas, porque será possível construir uma imensa astronave na Lua e dai lançá-la ao espaço.”

Acontece que já estamos em 2009, 41 anos depois, e as previsões do senhor Daniken não se cumpriram.

"Entretanto, embora tentem explicar, no próprio idioma dos selvagens, que ali não desceu deus algum, que nenhum ser mais alto, digno de adoração, os está visitando, tais explicações não surtem o menor efeito. Nossos incultos amigos simplesmente não lhes dão crédito.”

Considerando o fato de que o autor quer insinuar que o Deus da Bíblia também era apenas uma visão brutal dos primitivos homens, ele erra gravemente porque, se tem algo que o Deus da Bíblia deixa bem claro, é quem ele é, e como Deus ele exige exclusividade... (Ex 20:3-5; Dt 6:4).


"Os viajantes espaciais vieram das estrelas; obviamente, dispõem de inexcedível poder e são capazes de operar milagres espetaculares.”

Se é assim, eu gostaria de perguntar: Poderiam eles se manifestar em forma de fogo sem contudo queimar a árvore? Ex 3:2) Poderiam eles sobrenaturalmente ordenar a Moisés que enfiasse a sua mão no peito e ao tirar estar toda leprosa e depois inverter o processo? (Ex 4:6)Poderiam eles transformar um cajado em uma cobra? (Ex 4: 2-4). Poderiam eles fazer com que uma mulher estéril desse a luz sendo já avançada em idade, apenas com sua palavra? Esses são só alguns exemplos e duvido que os tais conseguissem fazer tais milagres, porque mesmo sendo astronautas com elevado conhecimento dentro do saber humano, ainda assim, faltariam a eles poderes sobrenaturais.


Algumas observações sobre o que li (2)

“Agora, que podemos desembarcar homens na Lua”
Apesar de muitos acreditarem nisso há quem creia que tal coisa não aconteceu. Curioso também é hoje temos uma tecnologia mais avançada, e nem assim vejo o homem ira a lua, por que?


“À mesma equipe deverá naturalmente juntar se uma turma de escafandristas, que procure no Mar Morto vestígios radioativos de uma eventual explosão atômica sobre Sodoma e Gomorra.”(...) “A mais ninguém admira que ela tenha sucumbido na hora. "O Senhor, porém, mandou chover enxofre e fogo sobre Sodoma e Gomorra.”

Antes de tudo nenhum cientista se deu ao trabalho de procurar sinais de radiação no Mar Morto, provavelmente porque sabem, que tam radiação não exista, lá. Além disso, eu nunca ouvi falar que uma pessoa fica petrificada e ainda em forma de sal só por olhar uma explosão mesmo sendo atômica.

“Podemos ser religiosos como nossos avós, mas certamente somos menos crédulos. Não podemos imaginar, nem com a melhor das boas vontades, um Deus onipotente, onipresente e onibondoso, que esteja acima dos conceitos de tempo e, entretanto, não saiba o que acontecerá.”

Quem leu o livro sabe que o escritor está se referindo a destruição de Sodoma e Gomorra. Porém, qualquer um sabe perfeitamente que se Deus não soubesse não teria adaiantado à Abraão o que aconteceria?!!!!!!( Gn 18:17).

“Deus criou o homem e ficou satisfeito com sua obra. Apesar disso, parece haver se arrependido mais tarde de seu feito, porque o mesmo Criador resolveu aniquilar o homem.”

Na verdade a palavra hebraica traduzida por “arrependeu-se” ( G: 6:7)
é linguagem antropomórfica, ou seja, uma forma humana de mostrar a indignação do Criador, assim como se usa palavras como “olho” “braço” “força” etc em relação a Deus. Não dever ser entendida como um arrependimento no mesmo sentido que tem para nós seres humanos, porque isso colocaria em xeque a sabedoria, a onisciência e outros atributos essenciais à divindade bíblica.

Algumas observações obre o que li (3)

"A nós, filhos de uma época esclarecida, também nos parece difícil pensar num pai extremamente bondoso que, entre inúmeros outros, prefira seus assim chamados 'filhos favoritos', como justamente a família de Ló.”

Isso é um questionamento do caráter e da justiça divina!!! Ora, como pode um ser humano que mal entende de suas leis, querer questionar o caráter e a justiça de Deus? E como podem alguém querer negar isso e ainda que nos calemos a respeito?

“ Uma das descrições mais originais dessas ocorrências foi nos legada pelo profeta Ezequiel: 'Aconteceu, no trigésimo ano, no quinto dia do quarto mês, quando eu me encontrava no Rio Chebar entre os exilados. Lá se abriu o céu...”

Errado! Em primeiro lugar tratava-se de uma visão, e isso ele não relatou como deveria. Em Ezequiel 1:1 ele diz: “se abriram os céus, e eu tive visões de Deus”. Em segundo lugar na Bíblia existe a questão literária, ou seja, que ela em alguns pontos não dever ser entendida literalmente, mas figurativamente ou simbolicamente. Nesse caso o leitor deve entender de forma simbólica e não, literal. Em terceiro lugar, Deus mesmo sendo onipresente, apareceu a algumas pessoas por meio da teofania, foi o que aconteceu no caso da sua visita a Abraão. (Gn 18) Para isso é preciso entender o conceito de trindade segundo a Bíblia sagrada!


Algumas observações sobre o que li (4)

"De modo algum exigia se tão somente incenso e sacrifícios animais! Então eu pergunto: porque eles exigiriam sacrifícios de animais?

NÃO DIZ ESTE MESMO ESCRITOR QUE ELES TINHAM MANTIMENTOS EM SUAS NAVES? SERIAM ALIMENTOS PARA ELES? SE ERAM PARA ALIMERTAR OS ASTRONAUTAS NÃO CREIO QUE FOSSE PRECISO PEDIR SACRIFICIOS, ATÉ O PORQUE, MATAR UM ANIMAL PARA SE ALIMENTAR SERIA UM DOS MENORES PROBLEMAS PARA AQUELES SOFISTICADÍSSIMOS SERES COM ARMAS PODEROZÍSSIMAS. ALÉM DISSO MUITA COISA FICA SEM EXPLICAÇÃO, COMO OS RITUAI CRIADOS, A NOÇÃO DE PECADO E DE CULPA E A NECESSIDADE DE EXPIAÇÃO PELOS PECADOS. PORQUE ELES INVENTARIMA RITUAIS ASSIM? POR QUE CRIARIAM UM DIA CHAMDO O DIA DA EXPIAÇÃO? ALÉM DESSAS, TEM PUTRAS PERGUNTAS? PORQUE DEUS EXIGIRIA FÉ? SE, COMO DIZ O ESCRITOR , NÃO ADIANTASSE NADA DIZER QUE NÃO ERAM DEUSES PORQUE ELES ENTÃO FARIAM QUESTÃO DE SE IDENTIFICAR COMO SE FOSSE DEUS E EXIGINDO EXCLUSIVIDADE? ESTARIAM OS ASTRONAUTAS INTRIGADOS UNS COM OS OUTROS AO PONTO DE NÃO QUERER QUE OS NATIVOS “ADORASSEM” OUTROS DEUSES? ESTARIAM ELES TÃO INTRIGADOS ENTE SI QUE CADA UM SE APRESENTOU COMO SENDO UM “DEUS DIFERENTE” E QUE NO FUTURO SE DARIA LUGAR A RELIGIÕES DIFERENTES?


Algumas observações sobre o que li (5)

“Muitas vezes, dos itens solicitados constam moedas”
Como os astronautas solicitariam moedas aos primitivos como sendo oferenda, se estas só foram inventandas no século VII d. c. em Lídia, na Turquia, ou seja, muitos séculos depois?
Se realmente os astronautas tivessem “voltado no tempo” e chegado a uma idade remota da terra, pois é isso o que o escritor está querendo dizer implicitamente, eles deveriam ser mais claros. Dizem que quando o homem chegou á lua deixou lá coisas que indicam que eles estiveram por lá( ou fez com que as pessoas pensassem que estiveram lá). Se os astronautas realmente tivessem conseguidos tal façanha, eles teriam sido mais claro, no sentido de deixarem vestígios ou informações precisas que não deixassem dúvidas. Eles também procurariam resolver vários problemas sérios que assolaram a humanidade como guerras genocídios, holocaustos etc. Não deixariam simplesmente templos e pirâmides cujas histórias estão envoltas em enigmas religiosos. Teriam tecnologia suficiente para deixar um aviso, ou uma informação clara dizendo que eles conseguiram no futuro voltar no tempo e ver a humanidade em sua época primitiva.

Em contrapartida, nós ainda preferimos acreditar nas evidências bíblicas que nos possibilitam crer em Deus.


Veja outras previsões do escritor:
Página 69 " Dentro de uns doze anos os primeiros homens descerão a Marte". ( Cap 3). Mas tal coisa não aconteceu.
Na página 169 ele afirma categoricamente que em 23-09-86 o homem iria a Marte,]maroon] Contudo, nem mesmo ainda em nossa época isso aconteceu.

Na página 250 ele fala da possibilidade de vida em Marte,
Porém, até hoje tal possibilidade não foi condirmada.

http://movv.org/2007/03/21/os-misterios-das-linhas-de-nazca-parte-12/

SE APARECER UMA MENSAGEM DIZENDO QUE A PÁGINA NÃO FOI ENCONTRADA, VOCÊ TERÁ QUE CÓPIAR O CÓDIGO A CIMA E COLAR EM SEU NAVEGADOR.






Um comentário:

Luis Pires disse...

quer ser meu afiliado, adiciona o meu banner em seu blog :D

Boa sorte e bom trabalho, ja sigo seu blog, siga o meu tambem