sábado, 18 de maio de 2013

PEDRO DESMASCARA OS FALSOS PROFETAS!





Jesus já disse “Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas? Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons. Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo. Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão! Nem todo aquele que me diz: “Senhor”, “Senhor”, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor,
Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?' Então eu lhe direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!


O que temos nestas palavras é uma das advertências mais sérias da Bíblia Sagrada e da qual pouco se fala em nossos dias. Os  cristãos de hoje parecem estar despercebidos sobre isso, e quando falam sobre o texto acima, dão explicacões razas do tipo “isso não acontecerá em nossos dias, apenas após o arrebatamento”. Sem dúvida Jesus referia-se a acontecimentos no contexto religioso dos últimos dias, nossos dias. Penso que a leitura desta passagem deveria nos levar a uma reflexão séria sobre o que acontece com a igreja em nossos dias, principalmente na cultura pentecostal.

Pregar (ou profetizar), expulsar demônios, orar por cura (s)  divina, ou realizações de milagres e maravilhas, são coisas que devem ser feitas dentro da vontade de Deus e não centralizadas na vontade do nosso ego, que nada mais quer do que a satisfação da carne.

Voltemos às palavras de Jesus: “Então eu lhe direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!” (Mt 7:15-23). Quando Jesus diz: “Nunca os conheci”, não está querendo dizer que não sabia que tais pessoas existiam, pois, como Deus, ele é Onisciente e não há nada que ele não saiba. Fala de relacionamento, isto é, tais pessoas não tinham nenhuma ligação espiritual com ele.

Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.  



O apóstolo Pedro, quando escreveu a sua segunda carta, foi bastante especifico. Muita gente não lê com o devido cuidado. Gostaria de dar uma analisada mais de perto em suas palavras agora. Me acompanhe, por favor, ISSO É MUITO IMPORTANTE!!:



O texto está em 2Pe 2:1-3,10-12.


 Ele diz:

No passado surgiram falsos profetas no meio do povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres. Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. Muitos seguirão os caminhos vergonhosos desses homens e, por causa deles, será difamado o caminho da verdade. Em sua cobiça, tais mestres os explorarão com histórias que inventaram. Há muito tempo a sua condenação paira sobre eles, e a sua destruição não tarda. (...)  especialmente os que seguem os desejos impuros da carne e desprezam a autoridade. Insolentes e arrogantes, tais homens não têm medo de difamar os seres celestiais; contudo, nem os anjos, embora sendo maiores em força e poder, fazem acusações injuriosas contra aqueles seres na presença do Senhor. Mas eles difamam o que desconhecem e são como criaturas irracionais, guiadas pelo instinto, nascidas para serem capturadas e destruídas; serão corrompidos pela sua própria corrupção! (...) pois eles, com palavras de vaidosa arrogância e provocando os desejos libertinos da carne, seduzem os que estão quase conseguindo fugir daqueles que vivem no erro. Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina.


Analisemos melhor esta passagem:

"No passado surgiram falsos profetas no meio do povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres."

Observe que os tais mestres surgirão. Pedro refere-se há um tempo futuro em relação a sua época.

"Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição." 

Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras.  A palavra grega traduzida por “secretamente” é “pareisaxousin”, significando a introdução secreta de algo. A ideia é a de introduzir-se, debaixo de algum tipo de cobertura. Introduzir o quê? Heresias, isto é, um falso ensino. Trata-se, portanto, de um ensino camuflado que tem a aparência de verdadeiro e correto de forma que as pessoas mais comuns e menos dadas a investigação não notam a sua sutileza. Pessoas que não estudam a Bíblia, principalmente as que se quer terminaram os seus estudos são mais fáceis de serem manipuladas.

"chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição."  A coisa chega a tal ponto, que os tais chegam a “negar o Soberano”. Devemos saber que há muitas formas de se negar a Deus ou a Cristo. Pedro, por exemplo, negou que era um dos seus discípulos. A seita dos gnósticos, por outro lado, negava que ele fosse um homem carnal de verdade. O apóstolo Paulo, contudo, nos ensina que é possível negá-lo por meio das nossas obras (Tito 1:16). Alguns ensinadores Judeus (supostamente cristãos), afirmavam que conheciam a Deus mas SEUS ATOS, negavam isso. De fato, como ensinou Jesus, é pelo fruto que se conhece a árvore (Mt 7:16-20).

 " Muitos seguirão os caminhos vergonhosos desses homens e, por causa deles, será difamado o caminho da verdade."

Muitos seguirão os caminhos vergonhosos desses homens (V. 2). Aqui temos uma prova clara de que o simples fato de uma denominação ou uma organização crescer, não significa que, necessariamente, Deus esteja por trás do seu sucesso.


"Muitos seguirão os caminhos vergonhosos desses homens e, por causa deles, será difamado o caminho da verdade."

Será difamado o caminho da verdade (V 2). Significa que os atos de tais pregadores ou ensinadores difamarão o evangelho. Todos nós sabemos o quanto às pessoas estão arredias e como criticam os crentes, a igreja e os verdadeiros pastores por causa de alguns “falsos pastores” e pelo que ensinam. Como está difícil levar alguém a Cristo hoje. E o motivo que eles deram para que o caminho da verdade fosse difamado, foi a avareza, como veremos a seguir.

"Em sua cobiça, tais mestres os explorarão com histórias que inventaram. Há muito tempo a sua condenação paira sobre eles, e a sua destruição não tarda"

"Em sua cobiça" ou "Movidos pela avareza" (ARA), ou  "ambição pelo dinheiro" (BLH), "tais mestres os explorarão". Ou seja os crentes, para os tais lideres, não passam de números ou cifras. São como peças da máquina de fazer dinheiro. Eles não estão preocupados em pregar o genuíno evangelho para salvar almas, nem tão pouco estão preocupados com a situação espiritual da igreja, mas querem apenas em extorquir cada vez mais dinheiro dos que cedem aos seus argumentos falsos. São motivados pela ambição pelo dinheiro.

Os explorarão com histórias a BLH acrescenta: inventadas. Certa vez eu ouvi um Reitor me contar que foi a uma denominação e lá viu uma mulher que estava em uma cadeira de rodas. O pastor a chamou a frente orou por ela e o demônio se manifestou. Após expulsá-lo, ela ficou curada passando a andar. Até ai tudo bem, mas ele a encontrou no ponto de ônibus e se pôs a conversar com ela, mas qual não foi a sua surpresa, quando perguntou: “Como é bom receber a cura de Deus, não é irmã?” Ela, surpreendentemente, lhe respondeu: “Que nada! Eu embolsei foi 300,00 (trezentos reais), para fingir tudo aquilo que você viu.” O pastor daquela igreja conta aquela história como se fosse verídica. Imagine quantas pessoas não ficam decepcionadas e desiludidas com o evangelho, por causa destas coisas?  Uma simples busca no site do youtube nos permite ver vários exemplos reais disso. Só não enxerga quem não quer enxergar.

Insolentes e arrogantes, tais homens não têm medo de difamar os seres celestiais; contudo, nem os anjos, embora sendo maiores em força e poder, fazem acusações injuriosas contra aqueles seres na presença do Senhor. Mas eles difamam o que desconhecem e são como criaturas irracionais, guiadas pelo instinto, nascidas para serem capturadas e destruídas; serão corrompidos pela sua própria corrupção! 


É interessante observarmos ainda o seguinte: Insolentes e arrogantes, tais homens não têm medo de difamar os seres celestiais (NVI, BLH, VFL (v.10). Quando analisamos este versículo a luz do contexto literário, expressão, “seres celestiais”, de fato, perece se referir a espíritos maus.

O Dr. Simon, professor emérito do NT na Flórida, afirma que a palavra grega traduzida aqui, conforme vimos acima, refere-se a anjos, e que a luz do contexto do versículo 11, entende-se “que não são anjos bons, mas anjos perversos” (Comentário do Novo Testamento. Epístola de Pedro e Judas- v. bibliografia). Também o Dr. Stepehem, presidente e professor de grego nos EUA, diz: “Pedro adverte contra palavras precipitadas e autoconfiantes, mesmo quando relacionadas com os poderes do mal (Comentário Moody V. 5- ).

Se ele o apóstolo Pedro, o escritor, estivesse se referindo aos anjos de Deus, não diria: “Nem os anjos sendo maiores em força e poder, fazem acusações injuriosas contra aqueles seres.” Veja que ele usa a expressão "anjos", para se referir aos anjos de Deus e a expressão "aqueles seres" para s referir as entidades malignas.

Agora veja esta mesma passagem na Bíblia Viva: “ Mas os falsos mestres são insensatos não são melhores do que os animais. Eles fazem tudo o que lhes dá vontade; nascidos somente para serem apanhados e mortos riem-se dos espantosos Poderes do inferno, acerca do qual conhecem tão pouco; e serão destruídos juntamente com todos os demônios e poderes do inferno

O texto em si, não diz quais tipos de acusações são lançadas sobre tais espíritos, mas se de fato tais palavras obtiverem o caráter profético (surgirão, V.1), pode ser que se refira mesmo a atuação dos falsos profetas de nossos dias. Na verdade deve-se ter cuidado ao lidar com espíritos maus, pois o próprio Judas, irmão de Jesus, nos fala de homens que também “negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e Senhor”, os quais “difamam os seres celestiais.” “Contudo nem mesmo o arcanjo Miguel, quando estava disputando com o Diabo acerca do corpo de Moisés, ousou fazer acusação injuriosa contra
ele, mas disse: o Senhor te repreenda
” (Jd v.9).  Judas também diz que tais pessoas “difamam os seres celestiais” (V. 8). A forma como ele descreve a atitude do arcanjo Miguel em relação ao Diabo ao repreendê-lo, nos leva a eentender que no versículo oito, ele de fato refere-se a espíritos maus.

Devemos reconhecer que em nossos dias, há muitos homens que se dizem portadores de grande autoridade sobre os espíritos maus, e os que culpam os demônios por todos os acontecimentos ruins da vida de uma pessoa. Autora do livro Desmascarado, Rita Cabezas, por exemplo, afirma que manifestações de “medo”, “pânico”, hábito de “mentir” ou de “roubar”, bem como as manifestações de dupla ou múltipla personalidade, entre outras coisas, são atuações de espíritos maus na vida da pessoa em que tais coisas aparecem.

Parece até que as pessoas não passam de marionetes, cujas atitudes são controladas pelo mundo espiritual, como se uma pessoa nunca agisse por vontade própria. Se fosse verdade, apenas os demônios e o Diabo deveriam ser julgados e condenados, por usarem, constantemente as pessoas. Elas não deveriam ser responsáveis pelos seus atos.


"pois eles, com palavras de vaidosa arrogância e provocando os desejos libertinos da carne, seduzem os que estão quase conseguindo fugir daqueles que vivem no erro. Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina.

Com suas histórias e suas palavras vaidosas, eles, provocando os desejos libertinos da carne ( v.18), seduzem as pessoas prometendo-lhes liberdade, sendo que eles mesmos são escravos da corrupção. Bem, frases do tipo: “Se Deus não fizer isso com você, eu deixo de pregar a sua palavra”, é muito comum hoje em dia. Quanto a serem escravos da corrupção, isso a própria vida desles testemunham. 


O fato é que o Diabo age em vários sistemas no mundo e nos tenta em vários estágios. A Bíblia declara que as suas intenções são más e que o seu principal alvo é o ser humano, mas não devemos, contudo atribuir tudo o que ocorre conosco ao Diabo. Por causa disso há quem enxergue mais o Diabo que Deus, fale mais do Diabo que de Deus. Conforme os ensinos do Dr. Mark: “Devemos ter o cuidado de não desenvolver uma mentalidade espiritual que vê um demônio por trás de cada moita.” 2 A velha natureza do homem e sua inclinação para o mal, aliado ao sistema do mundo, o qual oferece tudo o que a nossa carne quer para sua satisfação, e ainda a operação das forças espirituais do mundo, a carne e o Diabo”, mas não apenas o Diabo, nos induz ao erro.

VOCÊ QUER AJUDAR UM MINISTÉRIO SÉRIO E COMPROMETIDO REALMENTE COM OS CRISTÃOS? VOCÊ PRECISA CONHECER ESSE MINISTÉRIO: http://www.portasabertas.org.br/

Eu mesmo sou um contribuinte e convido você também. Tirar 10,00 ou 20,00 do seu orçamento mensal para contribuir com a Portas Abertas, não vai te deixar mais pobre. Sejamos honestos, as vezes gastamos muito mais que isso com coisas fúteis! Não entendo como uma pessoa pode se declarar cristã, e nunca se lembra de estender as mãos para os que realmente necessitam, mas não poupam um centavo para gastar em suas diversões. Enquantro se divertem, pessoas morrem. As vezes morrem de fome, outras vezes são vítimas das implacáveis perseguições. Ajude-as! Ajude! Eles realmente precisam. Assine a revista da missão portas abertas.

E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;

E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;

E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.

Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;

Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.

Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?

E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?

E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?

E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Mateus 25:31-40

PRESTA ATENÇÃO, POR FAVOR: Mateus 25: 31-40

31 "Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, ele se assentará em seu trono na glória celestial.
32 Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas das outras como o pastor separa as ovelhas dos bodes.
33 E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda.
34 "Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: 'Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo.
35 Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram;
36 necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram'.
37 "Então os justos lhe responderão: 'Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber?
38 Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos?
39 Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?'
40 "O Rei responderá: 'Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram'.













Nenhum comentário: